Comandos que morreram não foram "hidratados" para não atrasar prova

CM 29 de janeiro de 2018

Dylan da Silva e Hugo Abreu morreram durante a instrução dos Comandos.

Por Correio da Manhã

Dylan da Silva e Hugo Abreu, que morreram durante a instrução de Comandos em Alcochete, não foram "hidratados" para não atrasar a prova. O capitão-médico Miguel Domingues, arguido no processo dos Comandos, está a ser ouvido esta segunda-feira no Tribunal de Lisboa.

Miguel refere que não tinha meios de suporte de vida e que no dia em que morreu Hugo Abreu, a 4 de setembro, e Dylan da Silva foi transportado para o hospital, "os instruendos estavam com cansaço extremo".

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Para activar o código da revista, clique aqui