Bolsonaro começa purga de esquerdistas no Brasil

CM 04 de janeiro de 2019

Processo visa afastar da administração pública todos os funcionários que revelem simpatias pelo PT ou por outros partidos de esquerda.

Por Domingos Grilo Serrinha, correspondente no Brasil - Correio da Manhã

Mal tomou posse, o governo do presidente Jair Bolsonaro começou a cumprir a ameaça de expurgar da administração pública pessoas ideologicamente conotadas com a esquerda, especialmente simpatizantes do Partido dos Trabalhadores (PT), de Lula da Silva.

Esta quinta-feira, 320 funcionários foram exonerados da Casa Civil no início de uma ‘caça às bruxas’ que o titular da pasta, Onyx Lorenzoni, designou "despetização".

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login