António Ramalho: "Ser um banco de empresas não é um mar de rosas"

Negócios 14 de novembro de 2016

O presidente do Novo Banco recuperou a importância da "herança" que a instituição carrega. "Não é um mar de rosas", diz. E defende que o seu banco tem de estar junto das empresas nas horas mais difíceis.

Por Wilson Ledo - Jornal de Negócios

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login