Jihadistas recebem 900 euros de rendimento de inserção em Espanha

CM 02 de fevereiro de 2019

Falha de segurança permite que estes recebam ajudas destinadas a pessoas em risco de exclusão social.

Por Correio da Manhã - Correio da Manhã

É uma falha de segurança no sistema de ajudas públicas do país que permite que jihadistas residentes em Espanha recebam 900 euros mensais de rendimento de inserção social. Poderá haver dezenas destes casos.

Segundo noticia o El Español, Redouan Bensbih, de 26 anos, que morreu na guerra da Síria, Ahmed Bouguerba, de 31 anos, que foi detido pela polícia basca Ertzainza, e Mehdi Kacem, de 26 anos, capturado pela Polícia Nacional estão envolvidos em estruturas jihadistas e beneficiam de valores atribuídos pelo estado espanhol que chegam aos 900 euros.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Para activar o código da revista, clique aqui