Os novos normais
Ângela Marques Jornalista
16 de outubro

Os novos normais

Eram problemas de primeiro mundo. Foi com vergonha que o admitimos.

De vestido esvoaçante, copo de kombucha numa mão e cigarro de enrolar na outra (ela vota à esquerda e sabe perfeitamente o que é caviar, o que só prova que venceu na vida), a minha amiga deixou escapar: "Este fumo está péssimo." (Claro que minto, claro que ela não disse só isto e claro que assinou a reclamação com um linguajar leve, solto e do Porto). Estávamos num churrasco chique – mas por mais requintado que aquele churrasco fosse não podia abdicar do fogo para ser um churrasco, logo, não podia deixar de ter fumo.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Para activar o código da revista, clique aqui
Opinião Ver mais