Já chegou a silly season e o direito ao desligar?
Paula Cordeiro
05 de julho

Já chegou a silly season e o direito ao desligar?

Silly somos nós, aceitando ofertas sem as negociar. Ao contrário do que dizem os especialistas, o processo de recrutamento é uma negociação na qual, infelizmente, quem não pode, arreia. Por outras palavras, as empresas estão com dificuldade em recrutar, outras com ainda maior dificuldade em reter os seus talentos e outras em pagar.

Ou será que nunca chegámos a interromper esse período de notícias leves e acontecimentos ligeiros, pautado por apontamentos de mar e praia com os mergulhos dos nossos governantes no Ancão? Como o país está ao léu, foram dar um mergulho a Copacabana que é ainda mais fixe do que o Algarve, especialmente porque é terra de "não problemas". Que problema podemos ter quando o maior dos nossos problemas é o cancelamento de um encontro e temos tantos outros para ocupar o nosso tempo entre mergulhos? Nenhum problema. Que problema, quando já nem conseguimos perceber que há, de facto, um problema? Que problema, se o problema é mesmo a inexistência do problema?

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Para activar o código da revista, clique aqui