Pandemia da desumanidade
Ana Rita Cavaco
06 de dezembro de 2021

Pandemia da desumanidade

Enquanto na Europa há já quem tenha garantida a quarta dose da vacina, há zonas do planeta onde ainda não chegou a primeira. A forma como o dito primeiro mundo está a gerir esta pandemia diz muito sobre as suas próprias limitações.

Era apenas uma questão de tempo, como defendi há uns meses. Estava escrito nas estrelas e só não via quem sempre se recusou a tirar a cabeça do chão e a olhar o céu. Os Governos do dito primeiro mundo vivem demasiado focados nos próprios pés, cravam os olhos no seu caminho e são incapazes de ver mais além. O preço está aí: uma nova variante ameaça o mundo inteiro, destapa o medo e reforça a insegurança.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Para activar o código da revista, clique aqui