A América cantada por um discípulo de Baldwin

Witness, o novo disco de Benjamin Booker, é um tratado sobre o racismo e a importância da comunidade, em formato soul e blues

Sábado
Leia a revista
Em versão ePaper
Ler agora
Edição de 15 a 21 de setembro
As mais lidas GPS
Gonçalo Correia 07 de agosto de 2017
Marisa Cardoso

Chega uma altura em que a pergunta se impõe: "O que é que eu ando a fazer com a minha vida?" Nesse momento, talvez a melhor resposta seja a mudança, como canta (em modo desejo) Benjamin Booker em Overtime, uma das canções centrais do seu novo álbum, Witness: "Não acordar mais a pensar: em que raio é que eu estava a pensar?"

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Para activar o código da revista, clique aqui
A Newsletter Geral no seu e-mail
Tudo o que precisa de saber todos os dias. Um resumo de notícias, no seu email. (Enviada diariamente)