GPS

A indiferença não é opção

É pelo corpo em movimento que a canadiana Dana Michel nos desperta os sentidos. Cutlass Spring, uma história de atualidade e mensagem, sobe ao palco do Teatro S. Luiz, em Lisboa, nos dias 25 e 26 de novembro.

Sábado
Leia a revista
Em versão ePaper
Ler agora
Edição de 1 a 7 de dezembro
As mais lidas GPS
25 de novembro

Como definir a identidade sexual no seio de uma multiplicidade de identidades complementares e aparentemente contraditórias – enquanto intérprete, mãe, filha, amante, estranha? A pergunta é de Dana Michel, performer e coreógrafa canadiana, e é feita ao público. Em Cutlass Spring, performance que ocupa a sala Bernardo Sassetti do Teatro S. Luiz a 25 e 26 de novembro, podemos não ficar com uma resposta, mas a indiferença não é opção.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Para activar o código da revista, clique aqui
A Newsletter As Mais Lidas no seu e-mail
Às Sextas-Feiras não perca as notícias mais lidas da semana