Youtube retirou "dezenas de milhares" de vídeos do ataque terrorista na Nova Zelândia

CM 18 de março de 2019

Massacre foi transmitido em direto na rede social Facebook.

Por Correio da Manhã - Correio da Manhã

O Youtube anunciou esta segunda-feira que removeu "dezenas de milhares" de vídeos a mostrar a ataque terrorista em Christchurch (Nova Zelândia), que causou 50 mortos e 50 feridos e foi transmitido em direto na rede social Facebook.

Em comunicado, a página dedicada a vídeos que pertence à Alphabet (casa-mãe da Google), explica que o volume de gravações do ataque que foram enviadas para a rede a partir da transmissão original, que foi eliminada de imediato, "não tem precedentes, tanto ao nível da escala como de rapidez".

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login