Vara pede para passar o Natal com a família

CM 25 de novembro de 2018

Ataca Tribunal Constitucional: "Decisão é uma vergonha. É uma porcaria de decisão".

Por Sérgio A. Vitorino - Correio da Manhã

Acusado em 2010 e condenado em 2014, Armando Vara, antigo ministro, andou quatro anos em recursos mas vai ter de cumprir a condenação a 5 anos de prisão (devendo ficar na Carregueira pelo menos metade do tempo) por tráfico de influências no processo Face Oculta. Veio este sábado, através do seu advogado, exigir "a decência de deixarem passar o Natal com a família". A defesa tem 10 dias para arguir nulidade da decisão do Tribunal Constitucional (TC). Se não o fizer, ou tirar 'coelho da cartola legal', Vara está a dias da cadeia.

O advogado Tiago Rodrigues Bastos diz que Vara "está a mentalizar-se para a situação que vai sofrer". Ataca os juízes: "a decisão é uma vergonha´".
"É uma porcaria de decisão, sem sentido nenhum. É uma falta de respeito pelos direitos das pessoas". "Vou agora estudar esta decisão, mas já não há muito mais para fazer. Com o meu cliente já tudo é possível. Tudo anda mais depressa. A vontade de o ver preso é tal", diz Rodrigues Bastos. Revela "absoluta revolta" e diz: "esperamos que os tribunais façam coisas decentes. É uma falta de respeito pelos direitos das pessoas".

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login