Três escolas de Évora sem aulas devido à falta de funcionários

CM 17 de setembro de 2018

Câmara de Évora, de maioria CDU, decidiu, em julho, revogar o contrato de delegação de competências com o Ministério da Educação.

Por Correio da Manhã

Três escolas de Évora não iniciaram esta segunda-feira as aulas, devido à falta de funcionários, na sequência da revogação do contrato que delegava as competências no município, mas o Governo assegurou o regular começo do ano letivo.

As escolas Conde de Vilalva e André de Resende não têm quaisquer atividades letivas, enquanto a Escola Manuel Ferreira Patrício tem a funcionar apenas o ensino pré-escolar e o 1.º Ciclo, segundo uma ronda feita pela agência Lusa.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login