Sucursal do BES no Dubai envolvida em caso de subornos na petrolífera venezuelana

Negócios 30 de janeiro de 2019

Ex-diretores da petrolífera estatal Petróleos de Venezuela terão recebido 124 milhões de dólares (108 milhões de euros) em subornos, entre 2009 e 2013, em contas do Banco Espírito Santo (BES) no Dubai, noticia hoje o El País.

Por Lusa - Jornal de Negócios

Citando um relatório da Polícia de Andorra, o jornal espanhol escreve que os antigos executivos da venezuelana PDVSA estão a ser investigados em Andorra pelo presumível branqueamento de 2.000 milhões de dólares (1.749 milhões de euros), tendo justificado estes rendimentos "com supostos serviços de intermediação com fornecedores da Bariven, uma subsidiária da petrolífera".

 

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login