Presidente da Nicarágua desiste de reforma contestada nas ruas

CM 22 de abril de 2018

Manifestações tiveram início na quarta-feira, na capital do país, Manágua, e em León, alargando-se a outras zonas do país.

Por Correio da Manhã

O presidente da Nicarágua, Daniel Ortega, renunciou este domingo à controversa reforma na segurança social que esteve na origem de uma vaga de manifestações nos últimos cinco dias e que provocaram pelo menos 24 mortos.

De acordo com a Agência France Presse (AFP), numa reunião com líderes empresariais, o Chefe de Estado anunciou que o Instituto Nicaraguense de Segurança Social (INSS) não colocará em prática a reforma, que deveria aumentar as contribuições sociais dos trabalhadores e dos empregadores para tentar equilibrar o sistema de pensões.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login