Presidente da Câmara de Torres Vedras investigado por plágio

CM 16 de fevereiro de 2017

Ministério Público investiga alegado plágio em tese de doutoramento de autarca.

Por Correio da Manhã

O Ministério Público abriu um inquérito para investigar o alegado plágio de que é suspeito o presidente da Câmara de Torres Vedras na sua tese de doutoramento, defendida em 2015 na Universidade de Lisboa.

Questionada pela agência Lusa, a Procuradoria-Geral da República respondeu que um inquérito corre termos no Departamento de Investigação e Ação Penal de Lisboa para investigar o alegado plágio de Carlos Bernardes (PS) na sua tese de doutoramento "As linhas de Torres, um destino turístico estratégico para Portugal".

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login