Portugal na rota dos jihadistas

CM 29 de março de 2018

Território luso enfrenta riscos potenciais semelhantes aos existentes num conjunto de países europeus.

Por Correio da Manhã

A ameaça terrorista em Portugal é classificada como moderada, embora exista a possibilidade de o país ser utilizado como plataforma de trânsito ou apoio logístico para o recrutamento de 'jihadistas', indica o Relatório Anual de Segurança Interna (RASI).

O RASI de 2017, entregue esta quinta-feira na Assembleia da República, avança que "continuam a não ser identificadas referências específicas" a Portugal na propaganda difundida pelos grupos e organizações terroristas, além de não se ter agravado, até ao momento, os indícios que culminam na execução de atentados.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login