Pedalar mais para quê?

Negócios 03 de março de 2019

Se for para injetar mais dinheiro em empresas públicas falidas e ineficientes, para pagar senhas de presença a deputados ausentes ou para tapar buracos de instituições financeiras, não esperem de mim mais nenhuma pedalada.

Por António Moita - Jornal de Negócios

António Costa veio dizer-nos que perante os riscos de arrefecimento da economia resultantes do clima de incerteza que se vive um pouco por todo o mundo teremos de "pedalar mais". Isto, claro está, se quisermos manter os níveis de crescimento verificados durante os anos do seu mandato e continuar a convergir com os países europeus mais desenvolvidos.

 

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login