Passos Coelho: "Os ministros que levaram o país à pré-bancarrota são hoje os mesmos que repetem o discurso de então"

Negócios 23 de fevereiro de 2019

O antigo primeiro-ministro e líder social-democrata acusa o PS, Bloco de Esquerda e PCP de só se importarem com os cortes na despesa em setores como a saúde e educação quando o PSD era Governo.

Por Negócios Lusa - Jornal de Negócios

Intervindo, na noite desta sexta-feira, 22 de fevereiro, na Academia Política Calvão da Silva, que decorre até domingo em Coimbra, Pedro Passos Coelho avisou que devido a uma pior conjuntura externa - por exemplo, quando grandes economias para onde Portugal exporta entrarem em recessão - e com as receitas do Estado português a cair, o Governo terá de cortar na despesa, mas ironizou que isso "nem pensar, o Tribunal Constitucional não deixa".

 

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Para activar o código da revista, clique aqui