Parlamento da Catalunha reitera apoio a Puigdemont

CM 29 de março de 2018

Maioria independentista defende direito do líder catalão de ser investido presidente do governo e exige libertação de todos os detidos.

Por Correio da Manhã

O Parlamento da Catalunha defendeu esta quarta-feira o direito de Carles Puigdemont de ser investido como presidente da Generalitat e exigiu a libertação de todos os dirigentes independentistas detidos, em mais um sinal de que está disposto a manter o desafio ao Estado espanhol e a prolongar a incerteza política que poderá obrigar a novas eleições.

Sem surpresa, ambas as moções foram aprovadas com os votos favoráveis da maioria independentista na câmara, aos quais se juntaram, na resolução que exige a libertação dos dirigentes separatistas detidos, os votos do Catalunya em Comú, aliado do Podemos. Os independentistas, que acusaram a Justiça de "sequestrar os votos dos catalães", reclamaram também o direito à investidura dos outros dois candidatos apresentados pela maioria separatista, Jordi Turull e Jordi Sànchez, ambos em prisão preventiva.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login