Naufrágio por falta de atenção em Cascais

CM 08 de janeiro de 2019

Conclusões são do relatório, a que o CM teve acesso, elaborado pelo Gabinete de Investigação de Acidentes Marítimos.

Por S.A.V. - Correio da Manhã

O acidente com uma lancha de passeios turísticos, que atirou ao mar dois portugueses e oito finlandeses, ferindo todos, em abril de 2018, na Parede, Cascais, foi provocada por falta de "vigilância constante" dos tripulantes, que também não comunicaram de forma eficaz entre si e com os passageiros.

As conclusões são do relatório, a que o CM teve acesso, elaborado pelo Gabinete de Investigação de Acidentes Marítimos.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login