Mulher em greve de fome há 13 dias

CM 27 de junho de 2016

Queixa na Relação contra juíza de Cascais.

Por Correio da Manhã

Ana Maximiano, a mulher que cumpre hoje o 13º dia de greve de fome por recusar a decisão do Tribunal de Cascais de entrega de duas filhas ao pai, condenado por violência doméstica, apresentou na manhã desta segunda-feira no Tribunal da Relação de Lisboa uma queixa-crime contra a juíza do Tribunal de Cascais, Helena Leitão, e a procuradora do Ministério Público, Margarida Pereira da Silva.

"A queixa-crime contra as magistradas é por abuso de poder, denegação da justiça e exposição ao abandono de menores", afirmou ao CM Gameiro Fernandes, advogado que representa Ana Maximiano.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login