MP pede condenação de funcionária da PJ que levou ouro do cofre

CM 23 de janeiro de 2018

Crimes terão ocorrido entre 14 de outubro de 2014 e 07 de abril de 2015.

Por Correio da Manhã

O Ministério Público (MP) pediu esta terça-feira uma pena de prisão, alternativa à efetiva, para uma funcionária da Polícia Judiciária (PJ) do Porto que se apropriou de objetos em ouro do cofre desta força policial, entre 2014 e 2015.

"Vai ter de ser condenada numa pena de prisão, mas alternativa à efetiva", disse o procurador do MP, durante as alegações finais no Tribunal São João Novo, no Porto.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Para activar o código da revista, clique aqui