Morreu o advogado argentino que defendeu as vítimas do franquismo

CM 18 de abril de 2017

Especializado em direitos humanos, Carlos Slepoy ajudou familiares das vítimas que recorreram à Argentina para fazer justiça.

Por Correio da Manhã

O advogado argentino Carlos Slepoy, que representou as vítimas espanholas dos crimes do regime de Franco, morreu segunda-feira, em Espanha, publicou a União Geral de Trabalhadores de Madrid na sua conta do 'Twitter'.

Especializado em direitos humanos, Carlos Slepoy ajudou os familiares das vítimas do franquismo que recorreram à Argentina para fazer justiça.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login