Médicos internos criticam alterações ao regime de internato

CM 28 de março de 2018

Clínicos dizem que novas regras põem barreiras à especialização dos novos médicos.

Por Correio da Manhã

Mais de uma centena de médicos internos entregaram na terça-feira uma carta aos deputados a alertar para os "efeitos nefastos" do Novo Regime Jurídico do Internato Médico (RJIM) na qualidade da formação médica em Portugal.

A carta do movimento "MiN - Médicos indiferenciados, Não!", subscrita por 130 médicos de Norte a Sul do país e de diversas especialidades, foi entregue aos grupos Parlamentares e é dirigida aos deputados da Assembleia da República (AR).

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Para activar o código da revista, clique aqui