Manifestantes pedem em Lisboa ação contra perseguição a 'gays' na Chechénia

CM 18 de abril de 2017

400 pessoas, entre as quais três deputados exigem fim de prisão e tortura.

Por Correio da Manhã

Centenas de pessoas concentraram-se esta terça-feira junto à embaixada da Rússia, em Lisboa, para contestar a "perseguição a homossexuais" na Chechénia e exigir às autoridades portuguesas uma "pressão internacional e diplomática" para exigir o respeito pelos direitos humanos.

Segundo os organizadores do protesto, convocado pelo movimento "Um 'Activismo' Por Dia", participaram cerca de 400 pessoas, entre as quais as deputadas do PS Isabel Moreira e do Bloco de Esquerda Isabel Pires e Sandra Cunha, além do candidato bloquista à Câmara de Lisboa, Ricardo Robles.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login