Macron considera "demagogia" suspensão da venda de armas após morte de saudita

CM 26 de outubro de 2018

Angela Merkel confirmou a suspensão até que o assassínio do jornalista esteja completamente esclarecido.

Por Lusa - Correio da Manhã

O Presidente francês, Emmanuel Macron, considerou esta sexta-feira "pura demagogia" promover um embargo da venda de armas à Arábia Saudita na sequência do assassínio do jornalista Jamal Khashoggi.

As declarações de Macron surgem depois de a Alemanha ter anunciado, na segunda-feira, a suspensão da venda de armas e apelado para um embargo europeu, posição que confirmou esta sexta-feira, afirmando que a suspensão se mantém até que o caso Khashoggi esteja esclarecido.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login