Jornalista cobre tiroteio e descobre que filho é o atirador

CM 29 de janeiro de 2018

Jovem de 15 anos matou dois colegas a tiro e feriu dezenas de pessoas na escola.

Por Correio da Manhã

Uma jornalista, chamada a cobrir um tiroteio numa escola, apercebeu-se, ao chegar ao local, que o atirador era o seu filho. 

O caso aconteceu no Kentucky, nos EUA, quando um rapaz de 15 anos matou dois colegas e feriu dezenas de outros na escola Marshal County. A mãe, Mary Garrison Minyard, é repórter num jornal da região e dirigiu-se ao local para cobrir o crime. 

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Para activar o código da revista, clique aqui