Gratificados em atraso na PSP do Porto

CM 14 de agosto de 2018

Ações de prevenção deveriam ter sido pagas até 8 de agosto.

Por Correio da Manhã

Mais de 100 agentes da PSP do Porto que, durante o mês de junho, realizaram diversos serviços gratificados na cidade, por solicitação da câmara, reclamam os pagamentos que se encontram em atraso. Mais de 50 mil euros deveriam, segundo os queixosos, ter sido pagos até à passada quarta-feira.

Fonte oficial da PSP explicou ao CM que a autarquia não está em dívida, uma vez que os valores que cada agente deve receber pelos serviços ainda estão em processamento nos serviços da PSP.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Para activar o código da revista, clique aqui