Espionagem é "ameaça real e concreta" contra interesses nacionais

CM 29 de março de 2018

Relatório relembra que esta é desenvolvida por métodos tradicionais e através de ciberataques.

Por Correio da Manhã

O Relatório Anual de Segurança Interna (RASI) alerta para "a ameaça real e concreta" contra a segurança e os interesses nacionais que representa a espionagem desenvolvida por métodos tradicionais e através de ciberataques.

"A espionagem desenvolvida por métodos tradicionais e através de ciberataques, com o intuito de aceder a informação classificada e sensível de natureza política, militar económica ou científico-tecnológica, representa uma ameaça real e concreta contra a segurança e os interesses nacionais", refere o RASI de 2017, entregue esta quinta-feira na Assembleia da República.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login