Esperança de vida no México baixou

CM 05 de janeiro de 2016

Resultados devido à quantidade de assassínios.

Por Correio da Manhã

A esperança de vida dos mexicanos, que aumentou quase constantemente durante boa parte do século XX, devido à melhoria das condições de vida, baixou entre 2005 e 2010, devido à quantidade de assassínios, segundo um estudo esta terça-feira publicado.

O trabalho, divulgado na revista Health Affairs, foi elaborado por uma equipa de Ciências da Saúde da Universidade da Califórnia em Los Angeles.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login