Condenado por burlas com falsos empregos

CM 23 de março de 2018

Tribunal deu como provado que Mário Neves enganou 83 pessoas e condenou-o a sete anos.

Por Correio da Manhã

Mário Neves prometia empregos no estrangeiro com salários entre os dois mil e os seis mil euros. Os destinos eram o Dubai, o Panamá e o Qatar, país para o qual alegava precisar de trabalhadores para as obras do Mundial de 2022.

Esta quinta-feira, o Tribunal de São João Novo, no Porto, deu como provado que o arguido, de 36 anos, conseguiu enganar pelo menos 83 pessoas, e condenou-o a sete anos de cadeia. Estavam em causa 31 crimes de burla relativa a trabalho.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login