China corta rácios de reservas para estimular economia

Negócios 29 de fevereiro de 2016

O banco central cortou o rácio de reservas, o que permite aos bancos aumentar a concessão de empréstimos. Esta é a mais recente medida da China para estimular a economia e controlar a queda dos mercados financeiros.

Por Vera Ramalhete - Jornal de Negócios

A China cortou o montante que os bancos necessitam ter como reserva, permitindo-lhes aumentar a concessão de empréstimos, procurando estimular a economia. O rácio de reservas caiu em 50 pontos base para 17%, anunciou o Banco Popular da China, citado pela Reuters.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login