Caixa: "Estado não pode deixar de assumir claramente as responsabilidades"

Negócios 06 de dezembro de 2016

O ex-presidente do Tribunal de Contas defende que o Estado tem de estar atento, mas não garantiu que avançasse com inspecções ao banco público caso houvesse falta de informação sobre as contas. Oliveira Martins diz que relatório do TC foi mal entendido.

Por Marta Moitinho Oliveira - Jornal de Negócios

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login