Brexit: "Seria irresponsável que não houvesse um plano sobre o que fazer a seguir"

Negócios 27 de junho de 2016

O vice-presidente da Comissão Europeia, Jyrki Katainen, defende que "seria justo" para os 27 estados-membros da União Europeia que o Reino Unido saísse rapidamente. E que não imagina que a campanha do "Leave" não tenha um plano para a saída.

Por Bruno Simões - Jornal de Negócios

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login