Baptista-Bastos, "o homem que sabia onde estava no 25 de abril"

CM 09 de maio de 2017

Jornalista, escritor e romancista morreu esta terça-feira, aos 83 anos.

Por Correio da Manhã

Baptista-Bastos nasceu a 27 de fevereiro de 1934 no bairro da Ajuda, em Lisboa. Foi romancista, escritor e jornalista. O cronista do Correio da Manhã morreu esta terça-feira, aos 83 anos. 

Estudou na escola António Arroyo e no Liceu Francês. O seu percurso profissional iniciou-se no jornal O Século, tendo passado também pelo O Século Ilustrado – onde foi subchefe de redação - República, Europeu e o Diário e ainda às revistas Cartaz, Almanaque, Seara Nova e Sábado. Foi também correspondente da agência de notícias France Presse em Lisboa e trabalhou na RTP sob o pseudónimo Manuel Trindade.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login