Autoridades tentam resgatar corpo de missionário morto por tribo

CM 25 de novembro de 2018

Polícia ficou a 400 metros da ilha e avistou os membros da tribo armados com arcos e flechas.

Por Correio da Manhã - Correio da Manhã

John Allen Chau, um jovem missionário norte-americano de 27 anos foi morto pela tribo que habita a ilha Sentinela do Norte, no arquipélago de Andamão e Nicobar, uma das últimas do planeta a viver sem contacto com o Mundo exterior. O cadáver de Chau foi abandonado na praia e continua por recuperar.

A morte do missionário cristão, que visitou a ilha para converter os indígenas, ignorando os alertas das autoridades, pôs em destaque o turismo ilegal naqueles territórios isolados.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login