Associação de Vítimas de Pedrógão Grande admite ação coletiva contra o Estado

CM 09 de setembro de 2017

Vítimas planeiam recorrer à União Europeia e ao Tribunal dos Direitos do Homem.

Por Correio da Manhã

A Associação de Vítimas do Incêndio de Pedrógão Grande (AVIPG) pondera uma ação coletiva contra o Estado e pretende constituir-se como assistente no inquérito que investiga as causas e os culpados do fogo que começou naquele concelho em junho.

Em nota de imprensa enviada à agência Lusa e que anuncia a celebração da escritura da constituição da associação, a AVIPG diz que, "nas ações mais imediatas", "pretende constituir-se como assistente no inquérito que investiga as causas e culpados do grande incêndio que assolou os sete concelhos do Pinhal Interior, causando 64 mortos e mais de 200 feridos e que pondera uma ação coletiva contra o Estado. E não vai parar por aqui".

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Para activar o código da revista, clique aqui