Khashoggi foi estrangulado mal entrou no consulado, diz procurador turco

Negócios 31 de outubro de 2018

O jornalista foi assassinado momentos depois de ter entrado no consulado da Arábia Saudita, avança a procuradoria turca, contrariando a versão do consulado de que Khashoggi morreu durante uma luta.

Por Sábado - Jornal de Negócios

Procurador turco diz que o jornalista saudita Jamal Khashoggi foi estrangulado pouco depois de ter entrado no consulado da Arábia Saudita em Istambul, na Turquia. O seu corpo foi posteriormente desmembrado e descartado.

Segundo o procurador turco, o homicídio do correspondente do The Washington Post foi premeditado.

Esta acusação tira força à versão do consulado de que o jornalista tinha morrido na sequência de uma luta no interior do edifício ao qual se tinha dirigido para ir buscar documentos necessários para o seu casamento.

Jamal Khashoggi foi morto no passado dia 2 de Outubro, quando entrou no consulado árabe em Istambul para obter documentação para casar com a sua esposa. De acordo com os sauditas, estes terão tentado convencer o jornalista a voltar ao país, algo que este terá recusado.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Para activar o código da revista, clique aqui