Comissão sem explicação para EN236-1 não ter sido cortada

Cátia Andrea Costa 12 de outubro de 2017

Segundo a Comissão, a ausência de ordens do COS contrasta com a decisão da GNR de cortar o trânsito por livre iniciativa.

 

A Comissão Técnica Independente sobre os incêndios na região Centro, em Junho deste ano, diz que ficou por esclarecer porque é que "perante a rápida aproximação da frente de fogo" não foi feito o corte da EN-236-1 na direcção Figueiró dos Vinhos – Castanheira de Pera.

Foi um dos momentos mais controversos dos incêndios de Pedrógão Grande – no dia 17 de Junho, muitos testemunhos acusaram as autoridades de mandarem as pessoas fugir pela estrada onde acabaram por morrer 47 pessoas. No relatório divulgado esta quinta-feira, a comissão garante que a "justificação de não haver ordens do Comando de Operações de Segurança (COS)" no sentido de cortar o transito "contrasta com a descrição de que os cortes que os cortes de estrada foram essencialmente tomados por livre iniciativa dos militares da GNR, de acordo com a sua percepção do risco para a circulação."

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Opinião Ver mais