Festival Lisboa Mistura, mais um ano a celebrar a multiculturalidade

África, Brasil e Europa unem-se de 8 a 10 de Junho numa festa multicultural dominada pela lusofonia

Sábado
Leia a revista
Em versão ePaper
Ler agora
Edição de 15 a 21 de setembro
As mais lidas GPS
Rita Bertrand 08 de junho de 2018

Mais europeia que nunca, a Lisboa que foi moura e se atirou às Descobertas, tem na Ribeira das Naus, junto ao Tejo, o palco ideal para celebrar a multiculturalidade - e é aí que se desenrola, desde 2006, o festival Lisboa Mistura, que tem como slogan "Escutar o ritmo da cidade" e cruza música de várias origens (quase toda lusófona), cultura urbana e causas sociais. Este ano, os concertos são a 8 de Junho (a partir das 19h) e a 9 (das 18h), enquanto, no domingo é um workshop de ritmos que abre o dia, às 16h, com destaque para o projecto Da Cruz, criado na Suíça por uma brasileira fascinada pelas suas raízes africanas, e os Metá Metá, vindos da cena underground de São Paulo (sexta), o afrobeat dos They Must Be Crazy, o kuduro de intervenção angolana dos Batida e o acid-jazz do nigeriano Orlando Julius e dos londrinos The Heliocentrics (sábado). Os cabo-verdianos Bitori fecham o programa no domingo, dia em que se apresentam os dois projectos sociais do Lisboa Mistura: OPA - Oficina Portátil de Artes, com jovens da cidade, e Modo Portátil - Cidadania em Acção, que promove a inclusão, a cultura e a consciência cívica.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Para activar o código da revista, clique aqui
A Newsletter Geral no seu e-mail
Tudo o que precisa de saber todos os dias. Um resumo de notícias, no seu email. (Enviada diariamente)