Entrevista
Entrevista

António Nunes: "O fogo de hoje não é o fogo de há 50 anos. Vem com maior violência"

António Nunes: 'O fogo de hoje não é o fogo de há 50 anos. Vem com maior violência'
Raquel Lito 29 de julho

O presidente da Liga dos Bombeiros Portugueses fala da seca e dos seus efeitos nos incêndios florestais: as chamas estão mais fortes e os combatentes vêm de longe. Às vezes demoram sete horas a chegar ao local.

Sete meses depois de assumir o cargo, o presidente da Liga dos Bombeiros Portugueses faz o balanço do setor à SÁBADO. António Nunes, 67 anos, economista de formação mais conhecido como ex-homem forte da ASAE pede mudanças no combate aos fogos. A maior delas passa pela autonomia dos comandantes em relação à Proteção Civil, através de um comando nacional. 

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Para activar o código da revista, clique aqui
A Newsletter As Mais Lidas no seu e-mail
Às Sextas-Feiras não perca as notícias mais lidas da semana