Universidade do Porto promove inovação no uso do ADN ambiental

CM 17 de dezembro de 2018

Iniciativa que "promove a conservação e inovação no uso do ADN ambiental".

Por Lusa - Correio da Manhã

O Centro de Investigação em Biodiversidade e Recursos Genéticos (CIBIO-InBIO) e a Universidade do Porto receberam a Cátedra EDP em Biodiversidade, uma iniciativa que "promove a conservação e inovação no uso do ADN ambiental", anunciou esta segunda-feira a empresa.

Em comunicado, a EDP - Energias de Portugal explica que a Cátedra (um conjunto de trabalhos de investigação científica dedicados à gestão dos impactos ambientais) vai, até 2020, promover a aplicação "de novas tecnologias ligadas à genómica ambiental", uma área que é ainda "emergente" e que utiliza o ADN recolhido no ambiente (Environmental DNA ou eDNA).

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login