Sargento condenado por tráfico de armas vai recorrer

CM 14 de dezembro de 2017

Sargento-chefe do Exército foi condenado pelo Tribunal de Guimarães a cinco anos de prisão.

Por Correio da Manhã

Um sargento-chefe do Exército que foi condenado pelo Tribunal de Guimarães a cinco anos de prisão, com pena suspensa, por um crime de mediação e tráfico de armas vai recorrer da decisão, anunciou esta quarta-feira o seu advogado.

"Desde o início do processo que pugnamos pela absolvição, a acusação foi contestada em todos os pontos e, obviamente, vamos recorrer, porque não nos podemos conformar com a condenação", disse à Lusa o advogado Coimbra Leite.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login