Doenças do pé: soluções estéticas agravam problema

CM 06 de maio de 2017

Portugueses tendem a tratar alterações do pé com opções estéticas, o que pode tornar a doença crónica.

Por Correio da Manhã

Alterações das unhas, joanetes ou calos são problemas que afetam frequentemente os pés. Tanto que 85% dos portugueses com mais de 35 anos sofrem de algum destes problemas, segundo um estudo feito no ano passado pela Associação Portuguesa de Podologia. Mas os tratamentos tendem a passar por cuidados estéticos, o que pode agravar a doença ou torná-la crónica.

"Existe um desconhecimento por parte dos doentes sobre a podologia, e tendem a procurar mais soluções estéticas", explica ao CM Manuel Portela, presidente da Associação Portuguesa de Podologia. Só que estas alterações "não devem ser percebidas como um problema estético. Têm uma causa, que tem de ser tratada, ou o doente arrisca-se a que a situação se agrave e até se torne crónica", alerta ainda o especialista em podologia.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login