Accionista chinês da TAP fechou 2017 com uma dívida de 78 mil milhões

Negócios 28 de abril de 2018

O conglomerado chinês aumentou as receitas e os lucros no ano passado, mas também a dívida. A escalada nos custos de financiamento desencadeou uma onda de venda de activos.

Por Negócios - Jornal de Negócios

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login