Entrevista

José Bouza Serrano: “A série The Crown veio reavivar o drama de Diana”

José Bouza Serrano: “A série The Crown veio reavivar o drama de Diana”
Sónia Bento 01 de julho

O antigo embaixador e ex-chefe de protocolo do Estado diz que se a princesa Diana fosse viva muita coisa seria diferente na família real, a começar pela relação entre os filhos.



Foi mulher do príncipe Carlos, herdeiro do trono de Inglaterra, durante 15 anos e educou os filhos sem a distância própria dos membros da realeza. Mas agora, os irmãos já não são os dois miúdos, de 12 e 15 anos, que ficaram órfãos. De costas voltadas, William e Harry inauguram uma estátua de homenagem à mãe e espera-se que o evento os aproxime. Diana de Gales, a mulher mais fotografada do mundo, faria esta quinta-feira, 1 de julho, 60 anos. Morreu a 31 de agosto de 1997 e a imprensa mostra que a sua memória permanece viva. Sobre a princesa Diana, falámos com José Bouza Serrano, monárquico, que diz ter tido a sorte de os países onde esteve como embaixador serem monarquias, como Holanda, Espanha, Dinamarca ou Bélgica. Chefe do protocolo do Estado, entre 2008 a 2011, conviveu com reis, rainhas e príncipes, e acompanha com interesse as famílias reais europeias – compra todas as revistas internacionais da especialidade, muitos livros e não perde um episódio da série The Crown, na Netflix. Autor de As Famílias Reais dos Nossos Dias, editado em 2018, revela que está a preparar mais um livro, sobre realeza, que estará pronto em novembro.


Como acha que Diana de Gales viveria hoje, aos 60 anos?
É difícil perceber como é que as coisas teriam evoluído, mas ela teria certamente marcado a sua posição em relação à família real. Teria protegido sempre os filhos e educá-los de uma forma diferente do pai deles, mas seria difícil porque a resistência é muita. É possível que tivesse refeito a sua vida sentimental, mas tudo isto são suposições e especulações...

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Para activar o código da revista, clique aqui
A Newsletter Geral no seu e-mail
Tudo o que precisa de saber todos os dias. Um resumo de notícias, no seu email. (Enviada diariamente)