Portas deseja corte do IRS em 2015 para valorizar família

10 de fevereiro de 2014

Política

Paulo Portas disse, esta segunda-feira, que espera que seja possível a partir de 2015 e de forma "faseada no tempo", iniciar a redução do IRS de forma a "valorizar o papel da família e o trabalho no sistema fiscal".

"Em 2014 começamos pelo IRC, para atrair investimento. Isso gera riqueza e cria emprego. Em 2015 deveremos ser capazes e trabalharemos para isso, de dar início a uma moderação do IRS", disse a jornalistas portugueses em Madrid.

"De modo a que os frutos do crescimento permitam à sociedade portuguesa ter um crescimento que seja sustentado e que os recursos da economia, em vez de ser absorvidos pelo Estado estejam à disposição das famílias e das empresas", disse.

Paulo Portas falava em Madrid onde hoje participou num debate com vários países europeus sobre a reforma do Estado, pouco tempo depois de ter discursado num encontro do Nueva Economia Fórum onde, entre outros aspectos, se referiu às expectativas sobre o IRS.

Escusando-se a avançar mais pormenores sobre os objectivos concretos do Governo em termos de IRS, Portas disse que continuará a ser "prudente" e a "medir bem as palavras". "Espero que seja possível dar início em 2015 a um programa de moderação do IRS", disse.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Para activar o código da revista, clique aqui
Investigação
Opinião Ver mais