C-Studio
Mais informações

C•Studio é a marca que representa a área de Conteúdos Patrocinados do universo Cofina.
Aqui as marcas podem contar as suas histórias e experiências.

Andaluzia: o melhor destino de férias para uns dias de descanso

Terra de praias, cultura, História, natureza e muito boa comida. Logo que seja possível viajar, é nesta região magnífica da Península Ibérica que encontra tudo o que precisa!

22 Abril 2021 09:38

Viajar pela Andaluzia significa viajar por um entorno natural recheado de contrastes que nos convida para um turismo que tem tanto de tranquilo como de autêntico. Esta é uma viagem por anos de História e de cultura. É também a viagem perfeita para se conectar com a pura essência da natureza. Tudo graças às paisagens e aos monumentos arrebatadores e impressionantes que enamoram qualquer um. "Viver" é mesmo o mantra deste destino. Sem pressas, prepare-se para descobrir a melhor viagem por este Sul de Espanha andaluz.


Património Mundial da UNESCO: um prazer ímpar para todos os sentidos


Começamos este guia pelo representativo máximo da cultura da Andaluzia: os espaços declarados Património da Humanidade. Um pouco por toda a região, estes monumentos são um dos melhores lugares para visitar e paragem obrigatória em todas as idades.


Nesta viagem pelo passado e pelo presente, descubra os lugares mais impressionantes da História. Pronto para descobrir alguns dos mais belos monumentos do mundo?


Em Granada, Alhambra pede tempo para poder desfrutar em pleno do conjunto de palácios e jardins incríveis que outrora simbolizaram todo o poder da dinastia Nasrida. Há muito para ver! A entrada geral inclui ainda a visita ao Palácio Generalife, usado pelos reis muçulmanos como local de descanso. O entardecer está reservado para o bairro de Albaicín, o ponto de partida para chegar a um dos mais belos miradouros de Espanha, o San Nicolás.


Nesta viagem pela região andaluza, o centro histórico de Córdoba é um ponto imprescindível. Um bom dia por estas andanças começa com uma visita ao interior da Mesquita-Catedral, o monumento mais importante de todo o Ocidente islâmico. Caminhe entre as centenas de colunas e arcadas bicolores até ao Patio de los Naranjos. Fica a promessa de uma experiência única! Não fosse esta uma das obras de arte mais impressionantes da História.


Daqui vamos até, certamente, uma das mais bonitas cidades de Espanha, Sevilha. Entre os muitos monumentos declarados Património da Humanidade da cidade está a imponente Catedral, um dos maiores templos cristãos do mundo. É lá que encontra o túmulo de Cristóvão Colombo. E sabia que a torre da Catedral – a Torre Giralda – foi considerada, à época, a torre mais alta do mundo? Subir ao topo deste que é o símbolo mais conhecido de Sevilha, a quase 100 metros de altura, é uma oportunidade única.


Em frente à Catedral, está o Real Alcázar, um conjunto de palácios com jardins incríveis onde o tempo se perde. Atenção aos fãs de Guerra dos Tronos, porque entrar no Alcázar é entrar no Reino de Dorne.


Para os amantes do turismo rural, Jaén é o destino ideal. A capital da província com o maior número de espaços protegidos, castelos e fortalezas de Espanha encontra-se cercada por olivais, daí a alcunha de "Capital Mundial do Azeite". É um lugar de visita imprescindível. Por aqui, o ponto alto da rota cultural e paisagística está nos povoados de Úbeda e Baeza, na região de La Loma. Ambas as cidades foram declaradas património histórico-artístico pelo legado renascentista.


É em Jaén que fica ainda a aldeia mais procurada de Espanha em 2020, Arroyo Frio. O título foi atribuído pelo portal especializado Escapada Rural que distinguiu esta aldeia da serra andaluza – em pleno coração do Parque Natural das Serras de Cazorla, Segura y las Villas.








Natureza: fenómenos para todas as estações do ano


Repartidos por toda a Andaluzia, há inúmeros lugares dedicados à natureza a não perder nesta viagem. Junto ao mar, a costa andaluza banhada pelo mar Mediterrâneo e pelo oceano Atlântico convida a banhos bem quentes.

Na Costa da Luz, as praias extensas de areia dourada de Cádiz e Huelva estão à sua espera, com muito sol e muito desporto à mistura (surf, windsurf, kitesurf...). É o equilíbrio perfeito entre tempo para relaxar e tempo para se divertir. Alguns imprescindíveis nesta viagem são: as praias de Bolonia e Valdevaqueros, na província de Cádiz, e de Matalascañas e Mazagón, em Huelva. Não perca as praias imaculadas de Torre del Loro, La Bota, Los Enebrales ou Cuesta Maneli.

Mais à frente, entramos na Costa do Sol, com praias infinitas e paisagens idílicas. Málaga e Marbella são pontos imperdíveis! Relaxe em Nerja, Torremolinos, Benalmádena, Fuengirola, Estepona  ou Puerto Banús. Continuamos a viagem até Almeria – com várias opções, como as grandes praias de Roquetas de Mar, a praia Los Genoveses ou as praias do Cabo de Gata.


Mas as paisagens da Andaluzia não se fazem só de praia. As vistas combinam mar e montanha e dois grandes exemplos do que a natureza tem para nos oferecer no país vizinho ficam no Sul de Espanha: o Parque Nacional de Doñana, que também faz parte dos espaços declarados Património da Humanidade e é a reserva biológica mais importante de Espanha, e o Parque Nacional de Serra Nevada, um ponto de interesse no inverno, promete uma uma visita sem-par à estância de esqui.


Prepare-se para as muitas fotos que vai querer tirar para registo de memória futuro. Chegou a hora de relaxar e contemplar as paisagens magníficas que a região tem para nos oferecer!


Gastronomia: boa mesa com mil sabores para provar


Este é um lugar também de encontro de cozinhas. Dos romanos vieram os ensinamentos para cultivar o trigo e a vinha, sabendo ainda que usaram os peixes dos mares que banham a Andaluzia para produzir o melhor garum do império. Aos árabes coube o cultivo da horta, com a implementação dos regadios e o aperfeiçoamento do cultivo da oliveira e da produção de azeite. Gregos, fenícios, cartagineses e visigodos também deixaram a sua marca. Hoje, a gastronomia andaluza é marcada por todos estes paladares de influência, tão rica em aromas e sabores que fica impossível resistir-lhe!


Dos vinhos de Jerez (Cádiz) e de Montilla – Moriles (Córdoba), ao pescaíto frito de Cádiz e de Málaga, o presunto de Huelva e Córdoba, o azeite que provém dos extensos campos de oliveiras de Jaén e os pratos típicos como o gaspacho e o salmorejo. Não vai encontrar igual em mais sítio nenhum, nem tão-pouco parecidos! Na hora de comer, tem toda a sorte do mundo. Difícil é mesmo escolher!


Arte: a cultura que rompe com o clássico


Pensamos na Andaluzia e, automaticamente, visualizamos os imponentes monumentos de que falamos em cima. É certo que são o representativo máximo da cultura na região, mas há também aqui espaços que rompem com esta imagem e que vão mais além do turismo clássico.

Em Sevilha, surpreenda-se com a maior estrutura de madeira do mundo, desenhada por Jürgen Mayer, em plena praça tradicional, a Plaza de la Encarnación. Este espaço, designado Setas de Sevilla, consequência das formas curiosas, conta com um museu arqueológico e um espetacular miradouro a quase 30 metros de altura.



Em Córdoba, o destaque vai para o Centro de Interpretação de Medina Azahara, de desenho minimalista. As caraterísticas modernas do edifício contrastam na perfeição com impressionante local arqueológico do que já foi a "Ciudad brillante", capital do Califado.

Daqui vamos até Málaga, que passou por uma revolução cultural, e onde podemos encontrar o Centre Pompidou, famoso pelo cubo de cores de Daniel Buren. Estando nós na cidade onde nasceu Picasso, não poderíamos deixar de fora dois dos pontos altos desta visita: o Museo Picasso Málaga e o Museo Casa Natal de Pablo Picasso. Sugerimos ainda uma passagem pelo Museo Ruso e pelo Museo Carmen Thyssen. A cultura contemporânea reina nesta cidade andaluz.


Se procura uns dias de descanso, o Sul de Espanha é o destino perfeito para uma escapadinha de sonho. Com praias extensas, pequenas vilas encantadoras, um sem-número de opções culturais, a Andaluzia é a escolha certa para desconectar da rotina diária. Saiba mais em spain.info.


Curiosidades andaluzas



600 quilómetros de uma ponta à outra

É a segunda zona mais extensa do país


Cenário de filme

Guerra dos Tronos e Star Wars


Em sete dias

Uma semana é o tempo mínimo indicado para desfrutar em pleno da região






Conteúdo patrocinado por: