Samsung acorda compra da Harman por 8 mil milhões de dólares

Negócios 14 de novembro de 2016

A tecnológica sul-coreana chegou a acordo para a aquisição da Harman por 8 mil milhões de dólares, reforçando assim a aposta no mercado tecnológico automóvel.

Por Jornal de Negócios

A Samsung acordou adquirir a Harman por 8 mil milhões de dólares (perto de 7,4 mil milhões de euros), avançam esta segunda-feira, 14 de Novembro, as agências Bloomberg e Reuters, uma operação em que a tecnológica sul-coreana avalia cada acção da fabricante norte-americana de sistemas de som para automóveis em 112 dólares. A oferta implica assim um prémio de 28% face valor de fecho de 87,65 dólares da Harman na sessão bolsista da passada sexta-feira.
 
Esta operação permite à Samsung continuar a sua aposta no mercado automóvel, numa altura em que a posição da empresa no mercado dos smartphones está em quebra, em especial depois dos problemas verificados com o Galaxy Note 7. Recentemente a cotada sul-coreana já tinha adquirido a fabricante de automóveis eléctricos BYD.
 
Por outro lado, este acordo surge depois de nas últimas semanas a Samsung ter estado em conversações com a Fiat Chrysler para uma eventual parceria ou compra de algumas unidades. Contudo, segundo fontes citadas pela Reuters as negociações falharam.
Em comunicado, a Samsung refere que esta compra permitirá à empresa garantir uma "presença significativa no grande e em rápido crescimento mercado de tecnologias em rede, particularmente a electrónica de automóveis, que tem sido uma prioridade estratégica".
 
Já Greg Roh, analista da HMC Investment Securities citado pela Bloomberg, considera que "a dimensão deste negócio mostra o quão desesperada está a Samsung por encontrar um novo impulsionador de crescimento".
 
A Harman é essencialmente conhecida pelo fabrico de sistemas de som de alta-fidelidade para automóveis. A Samsung nota que esta aquisição lhe permite aceder a um mercado já fidelizado pela Harman, que detém actualmente mais de 30 milhões de veículos equipados com os seus sistemas de som e serviços telemáticos. A Samsung encerrou a sessão bolsista desta segunda-feira a recuar 2,82%.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login