Pedro e Inês em Almada: mais que uma história de amor

Reinar Depois de Morrer retrata, em versos líricos do Siglo de Oro espanhol, a paixão de Pedro e Inês. Em Almada a partir de 25 de outubro, José Neves e Margarida Vila-Nova dão vida ao par romântico, sob direção de Ignácio García.

Sábado
Leia a revista
Em versão ePaper
Ler agora
Edição de 4 a 10 de março
As mais lidas GPS
Rita Bertrand 25 de outubro de 2019
DR

"Os clássicos, como este, do século XVII, de Luis Vélez de Guevara, são maiores que nós e o nosso tempo. Transportam-nos para as grandes causas, para a vida. Portanto, esta é muito mais que uma história de amor. É também política, simbólica", diz à SÁBADO Margarida Vila-Nova, notoriamente entusiasmada com o seu papel "fisicamente exigente e rigoroso em tom e ritmo, por ser em verso" em Reinar Depois de Morrer, onde será D. Inês de Castro, figura mítica, tão grandiosa que sempre teve pudor em imaginar-se a interpretá-la, que conheceu na escola, ao estudar Camões, e nos "circuitos turísticos, por Portugal", com a mãe, na infância.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
A Newsletter Semanal Gps no seu e-mail
A GPS indica-lhe as melhores sugestões de fim de semana. Receba todas as semanas no seu email. (Enviada semanalmente)